O Pessoal da Velha Guarda

Programa No. 20

Transcrito por Alexandre Dias

29-5-1952
(Collector’s AER031 Lado B)

Locutor: Sal de Fruta Eno apresenta O Pessoal da Velha Guarda, um programa para oferecer músicas do Brasil de ontem e de hoje em arranjos especiais de Pixinguinha para a orquestra do Pessoal da Velha Guarda. Polcas, xotes, valsas, modinhas, choros, enfim, as músicas tradicionais das serenatas aqui aparecerão tocadas também por um legítimo grupo de chorões, formado de bombardinos, flautas, violões, saxofones, cavaquinhos, e entoadas por legítimos seresteiros. Também aqui vocês terão o trêfego saxofone de Pixinguinha, que também dirige o Pessoal da Velha Guarda. Tudo isso ouvintes, organizado pela mais alta Patente do Rádio! Apresentação de Carlos Frias.

Carlos Frias: Boa noite, ouvintes de todo o Brásil. Mais uma vez está aqui reunido O Pessoal da Velha Guarda para mais uma audição de lembranças e de brasileirismos. Ainda desta vez não temos a presença de Almirante, que continua a serviço das associadas na Bahia. Mas aqui temos o maestro Pixinguinha, que nos conduzirá pelos caminhos musicais dos velhos tempos, revivendo antigos sucessos musicais. Honra pois aO Pessoal da Velha Guarda.

Locutor: O Pessoal da Velha Guarda é um presente do Sal de Fruta Eno e da Emulsão de Scott aos ouvintes da Rádio Tupi do Rio de Janeiro.

Carlos Frias: O Pessoal da Velha Guarda prossegue no seu intuito de atender à grande multidão de ouvintes que nos escrevem pedindo esta ou aquela música de tempos que já vão longe. Explica-se esta grande afluência de pedidos pelo fato de que nada como a música se liga tão intimamente aos nossos instantes felizes. Quanta recordação não há de trazer, por exemplo, ao Sr. Cláudio A. Viegas de Pirapora esta polca de Felisberto Marques, que ele nos pede para ser executada pelo Pessoal da Velha Guarda. A polca “Odalisca”.

Orquestra Pessoal da Velha Guarda: “Odalisca” Felisberto Marques)

Locutor: Vamos resolver o seu caso. Tome uma dose do Sal de Fruta Eno e verá como sua digestão se processará normalmente. Sal de Fruta Eno. Não confunda, Sal de Fruta só Eno. E-N-O [trio vocal cantando “E, N, O”]. Ouvintes, este é o diapasão Eno. Quando ele soar novamente, estará anunciando as melodias E, N, O do nosso concurso Eno de hoje. Portanto, fiquem atentos.

Carlos Frias: Há muito tempo atrás andou em grande moda aqui no Brasil certa canção, valsa italiana, da Di Capua, que logo recebeu versos de um poeta cujo nome não pudemos apurar ainda. Carlos de Andrade, que nos escreveu pedindo que fosse exibida aqui a música, também não esclareceu o nome do autor dos versos brasileiros, embora se referisse ao autor da melodia, que é Di Capua. Mas aqui está o grupo dos chorões para relembrar a célebre “Ai, Maria”.

Ernani Filho & Lauro Araújo ao piano: “Ai, Maria” (Di Capua)

Locutor: Coma bem, beba bem, e depois digira bem como Sal de Fruta Eno. Não há digestão difícil quando há Sal de Fruta Eno para facilitá-la. Sal de Fruta Eno! [trio vocal cantando “E, N, O”]. AFiquem bem atentos às melodias do concurso Eno de hoje. Lápis e papel na mão, e toda atenção. Vai haver dinheiro. Melodia E, música de hoje, prêmio de 200 cruzeiros.

[Naipe de violinos toca uma valsa acompanhado de piano]

Locutor: Melodia N, música de ontem, prêmio de 300 cruzeiros.

[Orquestra toca um maxixe]

Locutor: Melodia O, música de anteontem, prêmio de 500 cruzeiros.

[piano toca “O Despertar da Montanha”]

Locutor: Escrevam o nome de cada uma dessas melodias numa folha separada e enviem suas cartas para Almirante- Concurso Eno - Rádio Tupi do Rio de Janeiro.

Carlos Frias: Vamos atender a mais um pedido aqui dos ouvintes da Velha Guarda. Trata-se do Sr. Lúcio de Alcântara, residente da Tijuca, que nos pede o choro de Jacob Bittencourt “Vale Tudo”. Vamos atendê-lo mostrando “Vale Tudo” num arranjo muito especial do maestro Pixinguinha.

Orquestra Pessoal da Velha Guarda: “Vale Tudo” (Jacob Pick Bittencourt)

Locutor: A Emulsão de Scott faz desenvolver as crianças dando-lhes dentes sãos e ossos fortes. Emulsão de Scott vitaminiza e calcifica. Emulsão de Scott constitui a mais perfeita combinação do melhor óleo de fígado de bacalhau com cálcio e fósforo. Adquira hoje mesmo um vidro de Emulsão de Scott.

Carlos Frias: Não são raros os casos de ouvintes que nos mandam partes de músicas pedindo que sejam elas executadas no Pessoal da Velha Guarda. E isto é muito bom, porque hão de aparecer músicas que não tenhamos no arquivo da Velha Guarda. Assim, porém, não aconteceu com o ouvinte Antonio Carlos da Silva, que nos enviou a parte de piano de “Cruzes, Minha Prima!”, uma polca de Joaquim Antonio da Silva Callado. Esta polca já estava devidamente fichada em nosso arquivo sob o número 8.820. Mas nem por isso vamos deixar de ouvi-la, atendendo assim ao nosso amigo. Aí vai “Cruzes, Minha Prima!” no piano do professor Lauro Araújo.

Lauro Araújo (piano): “Cruzes, Minha Prima!” (Joaquim Antonio da Silva Callado)

Carlos Frias: Na presença do público aqui presente foi feito agora o sorteio das cartas remetidas para o concurso Eno da semana passada. Saíram vencedores os seguintes concorrentes. A melodia E, música de hoje, era o baião “Maria da Pá Virada”. Prêmio de 200 cruzeiros para Paulino Ceares, rua Manoel Vitorino 511, fundos, na Piedade, nesta capital. A melodia N, música de ontem, era o samba “Iáia, Fruta de Conde”. Prêmio de 300 cruzeiros para José Ascensão Reqüena. Não estamos muito certos da última assinatura, na [?] Santa Rosália em Sorocaba, São Paulo. E finalmente, a melodia O, música de anteontem, era a canção “A Malandrinha”, prêmio de 500 cruzeiros para Tiers Venceslau Rocha, rua São Rafael 138, fundos, Belo Horizonte.

Locutor: Os prêmios do concurso Eno seguem todos pelo correio enviados pela Rádio Tupi do Rio de Janeiro.

Carlos Frias: Aí entre os nossos, ouvintes, muitos hão de se lembrar de uma burleta que fez muito sucesso em nossos teatros: “Cabocla Bonita”. Nessa Burleta aparecia uma canção de Marques Porto, Ary Pavão e Sá Pereira chamada “Canção de Caiuby”. O nosso ouvinte Pedro Cardoso vai ficar satisfeito ouvindo a “Canção de Caiuby” nesta passagem do Grupo os Chorões.

Ernani Filho: “Canção de Caiuby” (Marques Porto/Ary Pavão/Sá Pereira)

Locutor: Uma noite perdida na farra não deve importar num dia também perdido. Recupere a boa disposição tomando logo ao amanhecer uma dose do Sal de Fruta Eno.

Carlos Frias: Muita razão teve o Sr. Salviano Pereira, que nos escreveu dizendo que desejava ouvir pelo Pessoal da Velha Guarda uma das valsas mais bonitas que ele conhece. E menciona então o nome de “Subindo ao Céu”, valsa de Aristides Borges. Vamos satisfazer a esse nosso amigo cedendo a vez ao Pessoal da Velha Guarda para que seja executada em arranjo de Pixinguinha a famosa “Subindo ao Céu”.

Orquestra Pessoal da Velha Guarda: “Subindo ao Céu” (Aristides Borges)

Locutor: O Pessoal da Velha Guarda é um presente do Sal de Fruta Eno e da Emulsão de Scott aos ouvintes da Rádio Tupi do Rio de Janeiro.

Jingle em ritmo de foxtrot:

Vivo no trabalho noite e dia sem parar
Tome Emulsão de Scott
Na escola eu tomo tudo mesmo de amargar
Tome Emulsão de Scott

Locutor: Na anemia profunda, nas convalescenças, Emulsão de Scott rica em vitaminas, cálcio e fósforo.

Quem trabalha muito, ou faz bastante esporte
Criança ou velho ou moço, precisa ser mais forte
Tome emulsão de Scott, tome emulsão de Scott

Locutor: Mandem suas cartas para o concurso Eno. Uma folha de papel para o nome de cada melodia.

[Vinheta final]

Carlos Frias: E aqui se despede dos ouvintes da Rádio Tupi O Pessoal da Velha Guarda em mais uma audição de saudades. Na noite de hoje vocês tiveram os arranjos especiais de Pixinguinha para O Pessoal da Velha Guarda, os acompanhamentos do regional de Rogério Guimarães, o cantor Ernani Filho, o pianista Lauro Araújo, o locutor foi Luiz Brandão. Na próxima quinta-feira às 20h aqui estará novamente O Pessoal da Velha Guarda..

Locutor: E novamente oferecido pelo Sal de Fruta Eno.

[Término da vinheta final]

O Pessoal da Velha Guarda


Copyright © 2005–2012 Daniella Thompson. All rights reserved.